quinta-feira, 12 de novembro de 2015

SÉRIE CLUB CORRUPTION

   1 - Corruption


Club Corruption não é para os fracos de coração, ele vai garantir o seu prazer. E é entregue com uma pitada de dor. Vicious, um shifter lobo dominante e sádico, sabe que deve possuir Kitty, sua Companheira, a todo o custo. Kitty, uma striper solitária, está apenas tentando se sentir viva e ser aceita no mundo de outra pessoa solitária. Mas, quando Vic oferece à Kitty uma forma melhor de se sentir viva, para experimentar o que deseja nas profundezas mais obscuras de si mesma, não sabe se está se entregando para um shifter lobo filiado a uma gangue de motoqueiros que pode arruiná-la, ou, finalmente, dar-lhe a vida que sempre quis.






   2 - Bound

Malcolm é o único que consegue fazer a Madison se sentir viva, que consegue lhe dar a dor que, finalmente, oferece o prazer pelo qual ela anseia. Quando está no palco, observada por ele, submetendo-se a ele, é quando ela consegue se libertar. Ele é um Dom, um shifter lobo sádico que se excita com a dor que inflige às suas parceiras submissas. Por mais que Malcolm ame o som do couro golpeando a carne, de ver a agonia das fêmeas que se submetem a ele se transformar em êxtase, os relacionamentos dele terminam aí. Mas, quando a Madison está no palco, contida por ele, à sua mercê, isso não é o show e o jogo de cena. Seu lobo quer muito mais dela, mas Malcolm sabe como controlar o animal, como reinar sobre a selvageria que existe dentro dele. E, então, seu animal se torna muito forte para Malcolm conseguir controlar. Seus golpes o empurram para fora, afirmando sua supremacia, e a verdade sobre o que ela realmente significa para ele torna-se clara. Ele não vai parar de lhe infligir a dor que ela precisa desesperadamente, mas ele não vai deixá-la partir, pois ela, querendo ou não, é a sua Companheira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS

Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}