sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

SÈRIE VIP

   livro 1-Vip



Eles dizem que, a fim de encontrar-se, você tem que ir para casa, mas e se é dessa casa que você está escapando. Eu fui a Miami para descobrir a mim mesma. Nunca em meus sonhos mais loucos, eu pensei que casa se tornaria uma palavra de três letras.
VIP.
Eu era o sonho. Eu era a ilusão. Eu era a fantasia.
Até que ele...
Tudo foi por água abaixo no momento em que colocamos os olhos um no outro.
Eu o queria. Ele me queria.

Sebastian

Eu sempre fui um homem que tomava decisões baseadas em sentimentos de outras pessoas, necessidades, e desejos. Eu estava desinteressado.

Eu nunca quis machucar ninguém. Especialmente ela.
No momento em que a conheci... Eu a quis.
Eu a amei. Pela mulher que ela era.
Pela mulher que queria ser.
Mas acima de tudo…
Pela mulher que ela era, quando ela estava comigo.
O começo - Um ponto no tempo ou no espaço onde algo começa.

Esta não é uma história de amor, mas uma história sobre o amor. Tenho respondido a várias perguntas ao longo dos anos, e o que me perguntam muitas vezes é: se tudo valeu a pena? Eu sempre respondo da mesma maneira, se é tudo que você já conheceu, então, você não sabe o que esperar. Em toda a honestidade, a fim de compreender a minha felicidade, você precisa conhecer a minha tristeza.

Então, aqui começa a minha história... Meu nome é Ysabelle Telle.

O mundo está rodeado por inúmeras distinções. Você pode pensar em qualquer palavra, e para ela há um significado oposto; felicidade e tristeza, prazer e dor, alegria e tristeza, companheirismo e solidão, vida e morte, e amor e ódio. A lista poderia continuar e continuar. Eu tenho experimentado cada uma dessas emoções dez vezes.

Então, aqui começa a minha história... Meu nome é Sebastian Vanwell.

   livro 2- The Madam


Algumas pessoas precisam de amor...
Eu preciso de sexo, dinheiro, controle e poder.
Qualquer um poderia ter essas quatro coisas, mas apenas um poderia ser VIP. Tornar-se Madam nunca foi uma opção para mim, foi o fim de um mandato da mulher mais poderosa que eu conhecia. Minha mãe. Eu nasci para seguir seus passos, nunca cometer erros ou mostrar fraqueza.
Você é o produto de seu ambiente. Dizem que a maçã não cai longe da árvore. Você aprende com o que você vê, não com o que você ouve. Natureza versus Educação. Eu aprendi com tudo isso. O que eu vi, o que eu não vi, o que me foi dito, e de ler nas entrelinhas.

Fui criada com a crença de que o mundo girava só por minha causa. Eu detinha o poder. Tanto quanto me lembro, vi coisas sobre as quais ninguém nunca falava, e testemunhei atos ilegais de sexo, drogas e dinheiro até meus dezoito anos.
Você viu um vislumbre de mim em VIP (livro 1). Agora veja desde o início. Entre no meu mundo onde vale tudo: sem julgamentos, sem remorso, nenhuma culpa. Você joga com as minhas regras, ou você não joga. Não há limites para o que eu posso fazer, ou o que eu posso mostrar a você. Eu vou assegurar meu legado por qualquer meio necessário.
Meu nome é Lilith Veronica Stone, e eu sou Madam.

   livro 3- MVP



Ysabelle

Eu te amo.

Três palavras que podem fazer ou quebrar você.

Eu pensei que precisava me encontrar. Eu pensei que não estava feliz. Eu pensei que precisava mais da vida.

Eu estava errada.

Eu estou mais perdida agora do que estava quando eu saí. Não tenho respostas, apenas quantidades infinitas de perguntas. Foi só uma questão de tempo até que a verdade viesse à tona. Eu nunca imaginei que mudaria toda a minha vida e tudo o que eu pensava ser verdade.

Era tudo um jogo.
Só que eu não era uma jogadora.
Eu era um peão

Sebastian

O Fim.

Duas palavras que têm vários significados. Eu nunca pensei que eu fosse perdê-la. Mas eu nunca realmente a tive...

Ou a VIP?

Pode o amor conquistar tudo?


   livro 4- Tempting Bad (Spin-Off de VIP)


Brooke Eu vim de uma vida privilegiada e uma educação ainda mais privilegiada. Meus pais me ensinaram o certo e o errado e tudo mais... Só que eu queria essa área cinzenta. Eu queria viver a vida no limite com a possibilidade de cair. Eu não me importava com as consequências, porque eu não tinha coração... Eu o deixei no chão da porta do quarto dos meus pais, despedaçado. E nunca mais voltei para pegar os pedaços. Devon Primeiro a família. Eu aprendi o significado da palavra ódio. Eu aprendi que a vida é um campo de batalha e eu estava na linha de frente. Eu aprendi que a oração não funcionava e Deus não escutava. E eu aprendi a ser um homem... Tudo por causa dos punhos do meu pai, as lágrimas da minha mãe e os gritos das minhas irmãs. Você não pode fugir de seu passado... Ele sempre vai encontrá-lo, especialmente quando você está dormindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS

Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}