terça-feira, 26 de janeiro de 2016

SÈRIE PRIEST

   livro 1- Priest


Existem muitas regras que um padre não pode quebrar.
Um padre não pode casar. Um padre não pode abandonar seu rebanho.
Um padre não pode abandonar seu Deus.
Eu sempre fui bom em seguir regras.
Até que ela veio.
Meu nome é Tyler Anselm Bell. Tenho 29 anos de idade.
Seis meses atrás, eu quebrei meu voto de celibato no altar da minha própria igreja, e Deus me ajude, eu faria novamente.
Eu sou um padre e está é a minha confissão.


By Scheyla Luz T Mello

Eu sei que vou ser minoria, mas esse livro simplesmente não funcionou para mim e dificilmente chegou a satisfazer a minha curiosidade, uma vez que o quê me chamou para esse livro foi: O PROIBIDO, O TABU DO PRÓPRIO TEMA, uma vez que fiquei curiosa em saber como a autora iria desenvolver toda a trama do livro, mas eu não consegui me conectar com o enredo, com o mocinho e coma a mocinha. 

Enquanto eu entendi o motivo pelo qual Tyler se ordenou um sacerdote, ele não me convenceu em nenhum momento sobre essa escolha e se a mesma foi feita por convicção, por dom... ( aliás ele é Dom em outro categoria) apesar dele ser um homem bom, nada sobre ele era sacerdotal. Eu não vi o dualismo Fé x Desejo, Sagrado x Profanação, a sua luta para não ceder aos desejos, tudo acontece muito rápido, ele se entrega muito rápido, e ele ainda tenta achar justificativa de que seus atos não eram pecado, que não quebrou seus votos enquanto não enfiou o p. na b... da Poppy, sendo que ele já começou pecando com o palavrão logo no início do livro, e enquanto eu ia avançando com a leitura, ia pensando nenhum Padre agiria assim, nenhum Padre falaria isso, nenhum Padre ousaria tanto, mas eu não estou aqui falando de toda a conversa suja, o quão bom ele era de cama, estou falando o que ele sentia por ela,sobre todo esse sentimento que algumas leitoras conseguem enxergar, pois a meu ver, era somente luxuria, era somente atração física, a vontade de F...até ela perder os sentidos e, eu esperava mais, esperava um sentimento profundo, aquele sentimento arrebatador, aquele sentimento que te faz suspirar e torcer para que o casal fiquem juntos, que consigam O FELIZES PARA SEMPRE tamanho Amor entre eles, o que não aconteceu para mim, eu apenas torci contra esse casal estranho, esse casal que não convenceu, tudo parecia muito superficial,  tesão o tempo todo. 

O uso da igreja  como cenário, dos objetos sagrados, menções de palavras sagradas, me enojou, me revoltou e olha que não sou uma carola, simplesmente defendo que Padres pudessem e deveriam ter o direito de construir suas famílias, mas a forma como a autora blasfemou usando vulgarmente O Sagrado, me fez sentir raiva, mesmo que fosse um pastor, pai de santo, rabino etc, acredito eu continuaria a ser de muito mal gosto. Há sedução de Padres, sim há, mas nada tão sórdido como foi descrito nesse livro.

Poppy por outro lado, despertou minha antipatia, uma barbie girl com MBA, riquíssima que larga tudo, ( pagando de vítima) se torna Stripper e gosta do que faz, mas como a *vítima que ela é, tenta buscar a absolvição dos seus pecados mesmo não sendo católica, procura por meio da confissão* ( o que todos sabemos não ser uma confissão normal, nenhuma pessoa bem da cabeça falaria tudo que ela descreveu mesmo em uma confissão, para mim foi mais um tipo de sedução), jogando o papel de vítima para o Padre, e sua confissão parece mais uma narração de conto pornográfico que a confissão de seus pecados, foi manipuladora, e quando tudo vem à tona ela foge, alegando um motivo tosco, cadê aquele AMOR que ela dizia sentir pelo Padre?, 

Correu e deixou ele sozinho (e se eu já torcia contra o casal, agora eu vibrava pela separação), ainda tocando na mesma tecla não houve qualquer sentimento realmente convincente entre eles,  de que era realmente Amor e não apenas luxuria.

 Aconselho a ler esse livro se vc gosta de cenas quentes, pois isso é o que mais há no livro inteiro, nada mais que isso e, eu esperava por mais, sabe. 
E se você é como eu que espera por uma história linda, a luta por não ceder ao desejo, a luta por um amor maravilhoso, então desista...Pois esse seria o livro errado pra vc, como foi para mim...


FONTE: http://www.goodreads.com/author/show/7369992.Sierra_Simone


   livro 1.5 Midnight Mass



Somos informados de que Deus vai punir os ímpios. Que os homens pecadores irão colher o que semeamos. Somos instruídos a açoitar as nossas almas com oração e dor para nos tornar limpos mais uma vez.

Bem, aqui estou eu. Ímpio e pecador. Desesperado para se tornar limpo... mesmo que pareça tão bom estar sujo.
Mas até mesmo eu nunca esperava o que veio a seguir.
Mesmo nunca esperando que meu castigo viesse tão cedo.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS

Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}