sábado, 7 de maio de 2016

SÉRIE DEED

   Livro 1 - Fato Consumado

Emmaline Eberhart e Amaury do Aneford, sem dúvida, estão em situações desesperadas.

Forçados pelo rei a unir-se e levar adiante esse matrimônio como podem.
Um pequeno detalhe... Se o matrimônio não é consumado, não tem validade. E sem validade, sem propriedade e sem os meninos tão desejados.
Então, é imprescindível consumar o fato...
E esse é o ponto de partida desta maravilhosa comédia romântica medieval.
Pode imaginar...... Ter que dizer em voz alta em uma audiência ante o rei e seus oficiais que seu marido não... Não cumpre com...Não te encostou um dedo na noite das bodas dois anos atrás?
Se como Emma, sua maior ambição na vida é ter filhos pode imaginar-se atravessando essa situação?
Pode imaginar...... Ter que casar com uma mulher desconhecida? Com uma mulher que vai a sua boda vestida de luto e cobre sua cara com um véu negro?
Se como Amaury sua maior ambição na vida é ter uma propriedade que te pertença, pode imaginar te casando até com uma... Ovelha?

   Livro 2 - A Chave

A CHAVE ... Não é a chave a um tesouro escondido

Não é a chave a um lugar celosamente custodiado

Mas de algum modo o é ...

Porque A CHAVE é a que permite abrir o cinturão de castidade que usa a protagonista..

Esta divertida comédia romântica não restrotrae à Escócia medieval.

Iliana se casou por segurança e Duncan se casou pelo dinheiro que lhe reportará ao dote dela. E é obvio este matrimônio vai à deriva. Não só porque não há consumado o matrimônio, mas sim porque se uniram uma mulher com uma tendência compulsiva à limpeza e um homem desleixado, sujo e amante da cerveja.

Mas Duncan necessita o dinheiro do dote para levar a cabo as reformas necessárias na fortaleza e fará o possível e impossível para encontrar a endemoninhada chave que lhe permita abrir o cinturão de castidade de sua esposa.

Quanto às reformas, Iliana considera que seria mas prático atirar o castelo abaixo e voltar a reconstruí-lo porque o encontrou em estado de sujeira e deterioração que vai mas lá do imaginável.

Iliana não entregará a chave, nem seu corpo, até terminar a limpeza geral do castelo e até que seu marido tome um banho. Vocês acreditam que isto é fácil? Imaginem-se ter que banhar-se em um sorvete lago escocês...

A batalha entre a Iliana e Duncan por uma chave foi declarada e o erotismo, que cada um acorda no outro é, quão único não fecha nesta guerra...

Até que a guerra se converte em um pouco muito real: intentos de assassinatos, um castelo assediado e uma mulher que deverá recorrer a seu engenho para salvá-lo.

   Livro 3 - A Perseguição



Preferia mil vezes ir a um convento!

Essa não foi sua primeira opção, mas a escocesa Seonaid Dunbar — Que foi educada como um guerreiro sob a tutela de seu pai, ao igual de seu irmão — Prefere vestir o hábito antes de matar Blake Sherwell com sua espada, que é o que vai fazer se a obrigarem a casar-se com ele. Não... Ela não caminhará submissa para o altar, nem jurará obediência a esse homem a quem a corte inglesa chama “Anjo”. O cabelo dourado e os olhos azuis não demonstram a valentia de nenhum homem. Além disso, na Inglaterra não existe nada parecido aos anjos... Só há demônios, e existem muitas formas de evitar um pretendente vindo do inferno, embora tivesse sido o próprio rei Henry o que ordenou o casamento.



Não, a futura condessa de Sherwell não ficará bordando no castelo à espera de que seu marido chegue, como Blake pensa que fará. Ela escapará da sua fortaleza e preparará seu plano de defesa. Espadas e beijos... Esta guerra requer todas as armas disponíveis e a perseguição está a ponto de começar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}