sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

TRILOGIA BIG GIRLS LOVIN'

   1 - Doutor Delicia 


O que faz uma tímida mulher de 35 anos, acima do peso e virgem quando ela decide perder a virgindade e experimentar apenas por uma noite a sensação de ser desejável? Ela contrata um acompanhante.

Porém uma troca de identidade a coloca na cama de um médico bonitão e sexy, e agora as coisas estão fora de controle!



by  Cássia Alessandra Fagundes

Esse livro é muito fofo e divertido. A escrita de Angela Verdenius é fluída, você começa a ler e quando pensa que não, lá se foram as 200 e poucas páginas e quando acaba você fica com aquele ar de felicidade e com saudades dos personagens. Cherry tem 35 anos é enfermeira, uma mulher com curvas, bonita (apesar de não acreditar que seja) e... virgem. Ela está praticamente surtando por causa de sua virgindade. Daí surge à ideia dela contratar “um puto”. Isso mesmo que você leu, Cherry resolve contratar um garoto de programa para se livrar de sua virgindade. A história começa com a mocinha ligando para a agência e contratando os serviços de um “boy magia”. Eu já comecei a rir nessa cena. A mocinha totalmente desconcertada conversando com a atendente da agência sobre o tipo de boy magia que ela quer, quanto tempo de atendimento ela quer, esse tipo de coisas. 

Bem... passado o primeiro obstáculo, Cherry cheia de coragem e atitude resolve que vai mesmo encontrar o “puto” e vai até o local combinado. Nesse ínterim aparece cenas com Rick (o novo médico da cidade) num evento rodeado de médicos, suas esposas, namoradas e mulheres que dariam tudo para ter o status de esposa de um médico, entre elas Annabelle (uma odiosa, diga-se de passagem). Annabelle é filha de um médico-chefe do hospital, ao qual Rick irá trabalhar, ela fará de tudo para conquistar o mocinho. Depois de se livrar de Annabelle, graças ao seu amigo Alan (veterinário tudão), logo os dois saem do evento e Rick segue para seu quarto de hotel. Cherry depois de muito esperar no seu quarto de hotel tem sua noite do “afloramento” com Damien, o boy magia contratado. Cherry diz se chamar Molly Jones quando o boy magia chega. No dia seguinte a mocinha está contando sua noite de sexo para as amigas, quando a recepcionista da agência liga e diz que sente muito por Damien não poder ter cumprido com o compromisso por ter sofrido um acidente, Cherry diz que entende e se desespera, pois ela fez sexo com um completo estranho. Já Rick acorda e percebe que não está em seu quarto de hotel e que fez sexo com uma Molly Jones que era virgem. E começa a ligar para todas as mulheres da cidade com o nome Molly Jones. Logo, o casal se encontra no hospital e numa cena que considero muito engraçada Rick descobre que sua mulher misteriosa não se chama Molly Jones. Rick passa a correr atrás de sua relutante gordinha. O livro é ótimo do começo ao fim. Acho tão fofo Rick tentando convencer a Cherry que ela é uma mulher linda e que ele quer fazer o relacionamento deles dar certo, apesar da relutância dela. E eu amei o final. E esse é só primeiro da série.  

   2 - Paixão Policial


Enfermeira independente, tamanho-grande Maddy Lovett considerava-se muito fácil de lidar, até que ela conheceu o Neanderthal vivendo ao lado... Então o problema começou. Policial desmedido Mike Carson era antiquado em sua relação com as senhoras, até que ele começou a ter um par de desentendimentos com a gracinha de curvas ao lado... Então o problema começou. E depois havia o gatinho de rua...



by  Cássia Alessandra Fagundes

Esse livro é ótimo. Ele narra à história de dois vizinhos (adoro livro de vizinhos, principalmente quando tem aquela tensão sexual no ar).

Maddy é enfermeira independente (trabalha numa agência e presta serviços aos pacientes em suas casas), é uma mulher gordinha, que não vê seus quilinhos extras como um problema. Mike é um policial TUDÃO, tem quase 2 metros de altura, olhos claros e gosta de mulheres que tenham onde pegar. Ele é o tipo machão sensível, sabem? Ele adora uma DR (discutir a relação) com todo mundo, seja com Alan (seu parceiro de patrulha) ou com a mocinha.

O casal se conhece graças a uma goteira na casa de Maddy. Ela resolve aproveitar que a chuva diminuiu e subir no telhado para consertar o vazamento e... o mocinho ao vê-la resolve interferir e eles tem uma discussão acalorada, ele inclusive sobe para tira-la de cima do telhado e super machista diz que ela precisa de um homem para fazer esse tipo de serviço. Essa é a primeira de muitas discussões do casal. Maddy é realmente ótima, ela tem uma personalidade (forte/delicada), que domina facilmente Mike, fazendo que ele viva situação inéditas, como por exemplo, cuidar de um gatinho.

Trechinho:

“Maddy: - Você vai expulsá-lo? (falando do gatinho) Mike: - Posso? - Ele não podia acreditar que estava realmente pedindo a ela. Maddy: - Não! Não, você não pode jogá-lo fora, seu idiota! O gatinho poderia estar ferido, perdido, abandonado! Você deve fazer amizade com ele... Mike: - Amizade com ele? – Ele não podia acreditar no que estava ouvindo. Maddy: - Você precisa verificar se ele está machucado e em seguida tentar encontrar uma casa para ele.”

Meninas gosto muito da cena em que a Maddy conhece o Alan, parceiro de patrulha do Mike... Não sei o que é mais engraçado a situação ou o Alan azucrinando o coitado do Mike. Gente as Dr’s dão uma apimentada a narração da história, a que eu mais gosto é da DR que eles têm antes da primeira vez que fazem amor e a cena do sexo é ótima.

Com relação ao final, apenas posso dizer que as últimas dez páginas do livro mostram que esse casal é muito amor


Essas páginas mostram que eles são realmente um casal que tinha que estar junto mesmo, pois se amam acima de tudo e de todos.

Como falei na primeira resenha eu gosto muito da escrita da autora, tem leveza, bom humor e muita sensualidade. O livro é divertido, sexy, com ótimos diálogos entre o casal. Super recomendo! Leiam, meninas!

   3 - Desejo do Veterinário


Tim Clarke, o veterinário playboy, bonito e rico, não acredita nos finais ‘felizes para sempre’. As mulheres são um encontro, cama e dispensa — nessa ordem. Em seguida, vem ao redor a “plus-sized” festeira Cindy Lawson, com sua atitude diabólica-meio-cuidadosa, humor perverso e coração terno, e de repente o caminho escolhido por Tim, embora não muito bom para começar, tornou-se um conjunto muito mais rochoso.








by  Cássia Alessandra Fagundes


Esse é o último livro da série Big Loving, da Angela Verdenius. Divirtam-se, meninas!

Tim Clarke, veterinário playboy, bonito e rico, não acredita em “felizes para sempre”, tem uma relação conturbada com a mãe e para ele mulheres servem para um encontro, cama e dispensa... Até que ele conhece a festeira gordinha Cindy Lawson, que o conquista com seu humor perverso e seu coração mole.

Cindy é uma mocinha incrível é a melhor amiga de Maddy (do livro Paixão Policial), ela é sarcástica, cheia de curvas e o melhor tira Tim do sério com uma facilidade sensacional.

O livro começa com Tim num bar junto com Rick (O dr. Delícia), lá Tim está admirando a performance de dança de Cindy na pista, no entanto, ele decide não ficar pensando nas curvas sensuais de Cindy e resolve conhecer Sassy, uma morena, magrinha, mas ao perceber que Sassy sabe quem ele é,  e que já deve estar mentalmente medindo o tamanho do terno que o coitado usaria no casamento deles. Então o que Tim faz? Claro, diz que sua namorada está para chegar... e quando Sassy se aproxima novamente ele diz que Cindy é sua namorada (muito boa a cena rs). Cindy é ótima!!! A mulher em minutos de conversa dá um nome para o pênis de Tim e ainda cria boatos maldosos kkkkkk

O livro é cheio de bons diálogos como por exemplo a conversa entre Cindy e Tim, no dia em que eles se encontram no aniversário de Maddy, na casa da aniversariante e de Mike.

"Um punhado de cabelo escuro passou de seus peitorais até a linha do estômago para desaparecer em uma trilha tentadora no cós da calça jeans. Sem dúvida, uma seta para o Grande Martelo, pensou Cindy sorrindo."

- Gosta do que vê? - pergunta Tim Seu olhar voltou ao encontro dele, mas nenhum toque rosado surgiu em suas bochechas enquanto seu sorriso se alargava. 
- Nada mal. Nada mal mesmo, querido. 
- Eu acho que isso pode ser chamado de assédio sexual. 
- Ei, se não quer que eu olhe, não exiba. 
- Definitivamente, assédio sexual. Tim começa a regular Cindy, que acaba perguntando descaradamente para ele:

- Gosta do que vê? 
- Mostre mais algum dia e eu vou deixar você saber. Bom Deus. 
- Isso é um convite? - De jeito nenhum Cindy iria recuar. 
- Se quiser. - responde Tim. Mas nessa hora Mike entra no meio deles empurrando Tim para voltarem a garagem para consertar o carro de Maddy. 

Esse é o ponta pé para a história de amor de Tim e Maddy. O gatinho Al, que pertence a Cindy é praticamente o cupido do casal. A propósito esse gatinho é praticamente o filho da mocinha, pois os pais, o irmão e os empregados cuidam como se ele fosse um bebê (hahahaha)

A primeira vez deles é uma loucura, muito sensual e satisfatório, mas Tim consegue estragar tudo e eles brigam, os diálogos da briga são demais. Leiam, meninas! Eu super recomendo... o Tim é um idiota, com suas camisas engraçadas e depravadas, mas ele só tem medo de amar e ser amado, por isso ele age como um idiota (kkkkk). Já a Cindy é uma mulher decidida que não aceita desaforos, pois é independente, mas que tem o coração mole.

P.S¹: Lembram do Mike (de Paixão Policial) ele adorava DR's, né? Ele tem suas DR's com o amigo Tim sobre não querer que o amigo magoe Cindy, pois ela é a melhor amiga de sua noiva e principalmente por ela ser uma dama. 

P.S²: Marty (do livro: The Lawson Boys: Marty) , o irmão de Cindy, que também é um playboy tem uns bons momentos no livro, principalmente quando ameaça Tim hahaha 

P.S³ E claro, a intragável mãe do Tim tenta ferrar tudo, mas ele já estava apaixonado pela Cindy e... foi tão lindo!!! :(

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS

Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}