quinta-feira, 6 de abril de 2017

TO HATE ADAM CONNOR

   Sinopse

Ele é o recém-divorciado, vencedor do Oscar, que acabou de se mudar para a porta ao lado com seu filho. Ele também acontece de ser um espécime masculino requintado e o bastardo astuto mais irritante que já encontrei.

Vamos ser honestas aqui, você não gostaria de dar uma espiada para vê-lo, esperançosamente, quando ele estiver nu? Você não iria derreter depois de vê-lo interagir com seu filho de cinco anos de idade? Será mesmo que tenho que mencionar o abdômen, a grande protuberância em suas calças ou esse braço pornográfico? Oh, espera, você nunca o espionaria? Certo…

Enquanto eu estava sendo pensativa por não ceder e entrar, estava realmente pensando em ir para oferecer-lhe um ombro - ou talvez uma besteira ou duas - para chorar (você sabe, por causa de seu divórcio), em vez disso, ele me colocou na prisão após um pequeno incidente. Prisão, pessoal! Ele deveria me conceder inúmeros orgasmos como agradecimento, não uma cela.

Depois desse dia, estava mentalmente planejando maneiras de estrangulá-lo, em vez de saltar em seus ossos para fazer amor doce. Então, se meu corpo fizesse mais do que apenas tremer quando ele sussurrasse pequenas coisas sujas no meu ouvido? Não posso ser responsabilizada por isso. E quando foi a última vez que ele beijou alguém, de qualquer maneira? Quem iria desfrutar de um beijo com um lado de ataque cardíaco?

Mesmo que ele e seu filho fossem as melhores coisas desde o pão fatiado - e não estou dizendo que ele era - eu não poderia cair por ele. Não importa que promessas ele sussurrasse em minha pele, minha maldição não nos deixaria. Eu não era uma donzela em perigo - poderia me salvar, muito obrigada - mas no fundo, ainda esperava que Adam Connor fosse o herói da minha história.

*Devido a linguagem forte e conteúdo sexual, este livro não se destina a leitores com idade inferior a 18. *

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTEM FRIENDS



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Seja Bem Vind@.
{Cena do filme Conquista Sangrenta, com Rutger Hauer e Jennifer J. Leigh}